O objetivo deste blog é divulgar toda a minha produção poética, sem prejuízo de continuar a ser postada também no Portal de Poesia Rodolfo Pamplona Filho (www.rodolfopamplonafilho.blogspot.com).
A diferença é que, lá, são publicados também textos alheios, em uma interação e comunhão poética, enquanto, aqui, serão divulgados somente textos poéticos (em prosa ou verso) de minha autoria, facilitando o conhecimento da minha reflexão...
Espero que gostem da iniciativa...

domingo, 18 de fevereiro de 2018

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Todo Mundo é um Leitor.



Rodolfo Pamplona Filho

Todo mundo é um leitor:
apenas alguns ainda
não encontraram
seu livro predileto.

Todo mundo é um leitor:
apenas não sabem
se sua vida é
um romance ou uma tragédia.

Todo mundo é um leitor:
apenas não viajaram
profundamente em sua alma
para saber a diferença
entre ficção e realidade.

Miami, 30 de dezembro de 2017

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Taça quebrada



Rodolfo Pamplona Filho

Por mais que se lamente
Por mais que se sente
A taça quebrada
nunca se reconstituirá


Salvador, 16 de dezembro de 2017.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Sincronicidade



Rodolfo Pamplona Filho

Sintonia
Reciprocidade
Harmonia
Simultaneidade
de sentimentos
Sincronicidade

Miami, 29 de dezembro de 2018.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Senso de Direção



Rodolfo Pamplona Filho

Noção de Sentido
Confusão
Sentir-se perdido
Sem Senso de Direção


Miami, 31 de dezembro de 2017

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Momento da Foto


Rodolfo Pamplona Filho

É preciso
ficar atento
para não perder
o momento,
que poder ser
a única oportunidade
de registrar
para posteridade
o instante
que nunca voltará.

01 de janeiro de 2018

domingo, 11 de fevereiro de 2018

I forgive you



Rodolfo Pamplona Filho

I forgive you
‘Cause I don’t wanna live without you

I forgive you
‘Cause I don’t know how to live without you

I forgive you
‘Cause my love’s bigger than my tears

I forgive you
‘Cause my life start when I met you

I forgive you
‘Cause I can’t forget you


01 de janeiro de 2018

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Homem do Século XIX



Rodolfo Pamplona Filho

Aquele que tem na rua
o que não pode ter em casa
e é repreendido pelo desfaçatez
da prodigalidade
e não pela estupidez
da insensibilidade.

Aquele que acha normal
viver uma vida
como uma pantomima
em que o roteiro segue adiante
como um trem
em seus trilhos

Aquele que não sente,
não ama, não chora,
mas apenas implora
que somente o deixem
em seu canto em suposta paz.

Salvador, 09 de janeiro de 2018

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Frustrações



Rodolfo Pamplona Filho

Minha vida é
oferecer oportunidades
que nunca são aproveitadas.

Minha vida é
chorar sobre o que foi
derramado e não usufruído.

Minha vida é
me frustrar por quem
não percebe o meu esforço.

Minha vida é
servir quem me serve,
mas que não serve para mim.

Minha vida é
sonhar com uma vida
que nunca será vivida.


02 de janeiro de 2018