O objetivo deste blog é divulgar toda a minha produção poética, sem prejuízo de continuar a ser postada também no Portal de Poesia Rodolfo Pamplona Filho (www.rodolfopamplonafilho.blogspot.com).
A diferença é que, lá, são publicados também textos alheios, em uma interação e comunhão poética, enquanto, aqui, serão divulgados somente textos poéticos (em prosa ou verso) de minha autoria, facilitando o conhecimento da minha reflexão...
Espero que gostem da iniciativa...

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Crise de Legitimidade (Êxodo, 4, 1-17)

Crise de Legitimidade (Êxodo, 4, 1-17)

Rodolfo Pamplona Filho
Será preciso um sinal
para mostrar a que se vem?
Dou-lhe um, dou-lhe dois,
dou-lhe três!
Não é preciso, porém,
ser sequer muito lógico:
vale curar a mão da lepra,
tornar a água em sangue
e até mesmo pegar
a serpente pela cauda...
Isto pouco importa...
Não é o milagre que autoriza...
Não é a maravilha que salva...
Não é a boca que fala,
nem o ouvido que ouve,
mas a essência que inspira,
trazendo o testemunho
e a palavra que liberta...
Não interessa o que se tem...
O cajado, a água, o corpo...
Tudo pode ser utilizado
por quem, de fato,
aceita e assume sua missão.
Quem tem legitimidade
não é quem tem habilidade,
mas, sim, quem se coloca
à disposição
para a efetiva ação
de servir
sem servir-se
de honrar
sem buscar louros
de viver
para ser vida para todos.

Salvador, 01 de dezembro de 2013, dia de posse de novos diáconos na Igreja Presbiteriana da Aliança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário